Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Crónicas da Parvoeira

Quando a parvoíce existe em demasia, a partilha é inevitável.

Crónicas da Parvoeira

Quando a parvoíce existe em demasia, a partilha é inevitável.

19.Out.20

StayAway mas é do meu Telemóvel

O Cronista da Parvoíce

Como se não tivesse problemas suficientes, agora tenho de instalar o raio de uma aplicação no telemóvel que não vai solucionar nenhum deles. Ainda pode vir a piorar alguns aspectos da minha vida. Imagino-me daqui uns anos, perdido pelas ruas a mendigar, e lembrando os tempos áureos em que tinha tecto e minha colecção favorita de pornografia intacta. A mesma que tive de penhorar depois de ficar, sem casa e sem carro, por não conseguir pagar uma multa, e os consequentes juros, por não instalar o raio de uma aplicação. O que me incomoda mais não é o valor. Não! O valor incomoda-me bastante! São 500 minis! Desde que sejam compradas antes das 20h, porque depois já não dá, mesmo que fosse para bebê-las em casa.

O que me incomoda mesmo são as espécies de “Operações STOP” que podem vir a acontecer:

StayAway.jpg

Agente da Autoridade: - Bom dia, eu sou o Agente Faria. Vou pedir ao Senhor que me dê os seus documentos, os da viatura e o seu telemóvel.

Eu: - Se os der fico sem eles. Aahahahaah

Agente da Autoridade: Desculpe! Não percebi o que disse!

Eu: - Não disse nada. Aqui estão!

Agente da Autoridade: - Certo! Estou aqui a confirmar tudo e estamos perante uma situação gravíssima!

Eu: - Então? É por causa do cheiro a álcool? Eu justifico! Por precaução optei pela desinfeção externa e interna. Daí as 3 garrafas de vodkas!

Agente da Autoridade: - Não é nada disso! Estive a confirmar o seu telemóvel e…

Eu: - Eu instalei o “StayAway”

Agente da Autoridade: - Instalou isso e uma carrada de outras coisas. Que merda de aplicações são essas?

Eu: - Eu tenho o CandyCrush porque sou diabético e como não posso comer doces, vingo-me escavacando-os.

Agente da Autoridade: - As aplicações de desporto percebo. Você está realmente fora de forma. E que tal começar a utiliza-las?

Eu: - Ainda não comecei por uma questão de poupança.

Agente da Autoridade: - Não se quer cansar!

Eu: - Não é isso. Gastam muito bateria e depois não posso utilizar o “StayAway”.

Agente da Autoridade: - E porque têm essas aplicações todas de encontros? Não se safa só com o Tinder? Não se preocupe. Vou ajuda-lo. Fonseca chega aqui! Este rapaz precisa da tua ajuda! Ele é o especialista!

Eu: - Deixe estar não é preciso

Agente da Autoridade: - Isto é simples! Para começar e com esse aspecto não pode armar-se em esquisito. Tem de alargar o raio de ação e “swipe right” constante. Quando tiver algum “match” aí você escolhe. Precisa de mais algum conselho?

Agente da Autoridade: - E porque têm essas aplicações todas de encontros? Não se safa só com o Tinder? Não se preocupe. Vou ajuda-lo. Fonseca chega aqui! Este rapaz precisa da nossa ajuda!

Eu: - Não é preciso…

Agente da Autoridade: - Não tenha vergonha. Aqui o Fonseca também é especialista no Badoo.

Eu: - Hummm…. Deixe-me ver o meu telemóvel. (Tenho de me safar disto de alguma forma! Vou ter de fazer sacrifícios! Adeus Playboys!)

Agente da Autoridade: - Sim. Claro.

Eu: - Olha… Que estranho… Afinal não tenho o “Stay Away” instalado!

Agente da Autoridade: Não!? Então vamos ter de multa-lo!

Eu: - Sim… É melhor!

Para evitar esse tipo de situações o melhor é mesmo desinstalar todas as aplicações subjectivas que tenhas. Foi o que fiz! Adeus Tinder!

O Cronista da Parvoíce © 2020

#cronicasdaparvoice #ocronistadaparvoice #stayaway #humoremtempodepandemia

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.